Demo

Instituto recebe Salva de Prata

Presidente da entidade, Sérgio Luis Innocenzi recebe a Salva de Prata das mãos do vereador Ushitaro Kamia (PSD)
Foto: Luiz França / CMSP

DA REDAÇÃO

O Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho foi homenageado com a Salva de Prata na noite desta sexta-feira (19/02) na Câmara Municipal pelos trabalhos realizados na Capital. A instituição, fundada em 1929 e pioneira no Brasil em estudos relacionados ao câncer, recebeu a honraria por iniciativa do vereador Ushitaro Kamia (PSD).

“O trabalho que o instituto está fazendo com relação a estas questões do câncer é um trabalho muito difícil. Principalmente neste momento onde a dificuldade do recurso é muito grande. Ainda assim, eles trabalham com todo afinco, procurando atender todas as demandas e tem dado sustentação a todo esse trabalho. A Câmara Municipal neste momento reconhece todo esse trabalho”, afirmou Kamia.

Somente no ano passado, mais de 23 mil pessoas receberam algum tipo de atendimento no Instituto, pouco menos de cinco mil pacientes foram internados, além de cerca de 30 mil tratamentos de quimioterapia e 120 mil tratamentos de radioterapia.

“Nós, em 2015, atendemos todas as pessoas que nos procuraram. Estivemos também inseridos nas campanhas de prevenção. Nós fizemos duas campanhas muito grandes e bastante expressivas dentro e fora do instituto, sobre o câncer de mama e o câncer de próstata, outubro rosa e novembro azul”, argumentou David Vieira da Costa, vice-presidente.

O Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho tem caráter filantrópico e o seu objetivo é promover o diagnóstico, a prevenção, a detecção e o tratamento do câncer. Além de incentivar investigações científicas relativas ao câncer e dos agentes empregados no seu tratamento, promover cursos de especialização e aperfeiçoamento dentro de suas finalidades e cooperar nas campanhas de combate a doença.

O presidente Sérgio Luis Innocenzi lembrou que o Instituto já foi homenageado pelos próprios pacientes pelo seu método de atuação e a humanização dos tratamentos. Innocenzi acredita que a prestação do serviço de qualidade é plenamente possível seja qual for a unidade de saúde.

“Temos feito um trabalho digno para a sociedade brasileira e um trabalho todo dedicado ao SUS, então quando nós vemos muitas pessoas dizendo que não foram bem atendidas, que têm problemas, sem dúvida, algumas tem problemas, mas se trabalharmos corretamente,  conseguimos atender a população e atender muito bem toda sociedade”, disse.

Fonte: http://www.camara.sp.gov.br/blog/instituto-do-cancer-arnaldo-vieira-de-carvalho-recebe-salva-de-prata/

REDES SOCIAIS

fb   yt